domingo, 20 de setembro de 2009

Para mim



Eu apenas queria que você soubesse
Que aquela alegria ainda está comigo
E que a minha ternura não ficou na estrada
Não ficou no tempo presa na poeira

Eu apenas queria que você soubesse
Que esta menina hoje é uma mulher
E que esta mulher é uma menina
Que colheu seu fruto flor do seu carinho

Eu apenas queria dizer a todo mundo que me gosta
Que hoje eu me gosto muito mais
Porque me entendo muito mais também

E que a atitude de recomeçar é todo dia toda hora
É se respeitar na sua força e fé
E se olhar bem fundo até o dedão do pé

Eu apenas queira que você soubesse
Que essa criança brinca nesta roda
E não teme o corte de novas feridas
Pois tem a saúde que aprendeu com a vida





Aprendi com uma médica que Deus é muito sutil, é  como um pai amoroso que todo dia nos dá fala a todo instante, nos orinta: que rumo tomar, como devemos agir, como devemos conduzir nossas vidas, o que é importante e o que vale a pena.


É difícil escutá-lo, às vezes o rádio da minha vida mundana não está sintonizado nele. 


Mas quando percebo a presença dele em pequeninas coisas sinto-me maravilhada. 


Hoje ele me presenteou com esta música.  Há tempos não escuta, hoje ela soou diferente, resumiu meu momento. 


Muitos seguidores do blog não se lembram do autor da música, ou nem sequer conheceram o autor da música, Gonzaguinha, que tem outras músicas maravilhosas também. 


Ele passou os últimos anos de vida aqui em BH e morreu em um acidente de carro em 1991.




Nunca ouviu e ficou curioso?


Sentiu saudades?


Dá para escutar aqui.




3 comentários:

expresso moda disse...

Amo essa música,como quase todas do Gonzaguinha!




bjs!

Adri Polo disse...

Amooo Gonzaquinha.E essa música tb sou eu amiga!! Linda! Boa semana! Beijocas

Nanda M. disse...

Medo!!! Essa música era o "quem sou eu" do meu perfil do orkut até uns dois dias atrás...rs...